Cat-1

Cat-2

Cat-3

Cat-4

» » » Conrado Bueno lança o clipe da primeira música de trabalho “ASSIM QUE TUDO COMEÇOU”


Conrado, ex-integrante da dupla Conrado e Aleksandro, retorna aos palcos em audacioso projeto com músicas inéditas. O cantor que durante 13 anos fez parte da dupla Conrado e Aleksandro, está de volta, agora em nova proposta e sonoridade, mas com o mesmo eterno amor pela música. Enquanto dupla com Aleksandro, Conrado Bueno inspirou uma geração inteira de cantores e duplas com um repertório elogiado e um trabalho de sucesso por todo o Brasil. Por opção própria, deixou o projeto, mas continua sendo grande admirador do antigo parceiro e do novo Conrado, que assumiu seu posto para continuar com o belo legado.
Agora, a paixão pela música voltou a falar mais alto e Conrado Bueno resolveu presentear o público com essa grande notícia: a sua volta aos palcos.
Desta vez em carreira solo, a proposta é explorar uma sonoridade bem diferente do que ele havia explorado até então.
Com um repertório bastante voltado ao lado FOLK e bucólico da música sertaneja, com pitadas de um romantismo, Conrado Bueno está lançando o clipe do seu primeiro trabalho solo.
A música é de autoria de Lucas Phelipe, Alyfer Rodrigues, Felipe Bessa, Alexandre, Léo Vinicius.
Confira logo abaixo Conrado Bueno “Assim Que Tudo Começou“:
Letra: Assim Que Tudo Começou – Conrado Bueno
Já quebrei tanto a cara nessa vida
Perdi tantos amores por aí
também deixei várias camas vazias
já fiz alguém sofrer como eu sofri
só que o passado vou deixar aqui

Mas o destino é mesmo tão surpreendente
do nada olha o que ele faz
trás a felicidade em forma de gente
e eu já tinha desistido de correr atrás

O amor meteu o pé na porta e entrou
e numa troca de olhar agente de conectou
O amor meteu o pé na porta e entrou
nem deu tempo de reagir
chegou e já me dominou assim que tudo começou
«
Next
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Sobre o autor Rádio Moda Sertanejo

O melhor"da"Música Sertaneja!

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

Shows Sertanejos

Clássicos Sertanejos

Resenhas Sertanejas

Cat-5

Cat-6