Cat-1

Cat-2

Cat-3

Cat-4

» » » As 6 maiores polêmicas de astros da música sertaneja

Eles são conhecidos pelas vozes incríveis e por encantar e conquistar o público com suas músicas. Construíram uma carreira sólida ao longo dos anos com muita batalha e dedicação. Ganham fortunas com suas apresentações. São nomes conceituados do ritmo que tomou conta do Brasil nos últimos anos e domina as rádios nacionais.
Mas, apesar de toda a fama e reconhecimento, os cantores sertanejos são humanos e também erram. Alguns acabam envolvidos em confusões – seja por uma atitude, declaração, briga, entre vários motivos. Separamos as seis maiores polêmicas de astros do gênero. Tem de tudo: desde calote até agressão.

6. Zezé di Camargo curte noite em casa de swing com a namorada


Em maio deste ano, Zezé e Graciele Lacerda, sua atual companheira, foram vistos em uma famosa casa de swing, localizada em Moema, na cidade de São Paulo. Eles entraram pelos fundos e estavam rodeados por seguranças, mas lá dentro ficaram à vontade e não tiveram medo de serem reconhecidos pelos outros frequentadores.
Não é a primeira vez que os dois frequentam locais exóticos como este. Em junho de 2016, o casal foi a uma casa de prostituição de luxo paulista. Segundo o próprio Zezé, só descobriram o verdadeiro intuito do estabelecimento quando já estavam lá.
APESAR DE TODA A FAMA E RECONHECIMENTO, OS CANTORES SERTANEJOS SÃO HUMANOS E TAMBÉM ERRAM

5. Sorocaba é acusado de dar calote em sertanejo

Sorocaba, além de formar dupla com Fernando, é dono da FS Produções Artísticas, empresa que cuida da carreira de diversos nomes da música. Em maio, o Thiago Servo, que formava dupla com Thaeme até 2013, acusou o sertanejo de dar um “calote” nele e não pagar uma quantia exata de R$150 mil.

“Só peço o que é meu. Nunca quis aparecer. Estou desesperado e preciso de dinheiro”. A grana, segundo Thiago, é por causa de direitos autorais. Sorocaba cuidava da carreira da dupla quando o jovem decidiu sair e detém cerca de 100 músicas escritas por Thiago. O cantor cobrou até pelo Twitter, em maio, mas apagou após a retaliação de alguns fãs. Sorocaba, por sua vez, diz que não deve nada a ninguém. Quem tem razão?

4. Bruno, da dupla Bruno e Marrone, faz show bêbado

Durante uma apresentação em Minas Gerais, Bruno estava nitidamente embriagado e sem condições de fazer o show. Vários vídeos circularam pela internet e o cantor começou a receber críticas do público pela falta de profissionalismo e de respeito com quem estava ali para assisti-lo.
Bruno, em um vídeo no Instagram, pediu desculpas pelo ocorrido. Ele disse que costuma beber no palco e que, em anos de carreira, isso nunca aconteceu. Segundo o sertanejo, a culpa, na verdade, é de um medicamento que não saiu de seu organismo e não se lembra de metade do show. Ainda prometeu retornar à cidade e compensar os fãs.

3. Eduardo Costa faz publicação racista no Instagram

“Negão, crioulo, ‘mussun’, preto ‘veio’, ‘tiziu’, enfim; é assim que eu chamo esse sujeito, e sabe por que eu chamo ele assim? Porque ele me chama de nanico, alpinista de cupim, pintor de rodapé e outras cositas mas”. É assim que Eduardo Costa começa a legenda de uma foto, publicada em seu Instagram, ao lado de um velho amigo.
ALGUNS ASTROS ACABAM ENVOLVIDOS EM CONFUSÕES – SEJA POR UMA ATITUDE, DECLARAÇÃO, BRIGA, ENTRE VÁRIOS MOTIVOS
Acontece que, apesar de ser uma brincadeira, muita gente não viu graça nenhuma e o sertanejo foi apontado como racista. Diversos comentários negativos e críticas surgiram em seu perfil, mas ele não apagou a imagem, nem mudou o texto.

2. Victor, da dupla Victor e Léo, é acusado de bater na esposa

No início do ano, Poliana Bagatini denunciou Victor Chaves, em uma delegacia mineira, por agressão. Conforme boletim de ocorrência, feito no dia 24 de fevereiro, o cantor teria a jogado no chão e chutado. A Polícia Civil decidiu indiciar Victor por ‘agressão por vias de fato’, que categoriza uma série de posturas violentas que não deixam lesão aparente na vítima.

Segundo o advogado do cantor, Victor teria apenas “puxado e empurrado” Poliana em um elevador, pois ela estava altamente transtornada e agressiva. Na época, a mulher estava grávida. Até agora não houve um desfecho, a não ser a separação definitiva do casal, anunciada por ele em um de seus shows mais recentes.
TEM DE TUDO: CALOTE, ACIDENTE, RACISMO, AGRESSÃO E ATÉ MORTE

1. Renner dirige acima do limite de velocidade e mata um casal

Em 2001, quando ainda formava uma dupla com Rick, o cantor dirigia pela rodovia Luiz de Queirós muito acima do limite de velocidade permitido. Por causa disso, perdeu o controle de seu veículo, na época uma BMW, e atropelasse um casal que andava de bicicleta no acostamento. Luis Antonio Nunes Aceto e Eveline Rossi Soares morreram na hora.

Renner foi condenado a três anos e seis meses de prisão, além de perder o direito de dirigir por este tempo. Em 2007, a Justiça, porém, mudou a sentença e fez o sertanejo pagar cerca de 360 salários mínimos, no valor da época, e prestar 1278 horas de trabalho voluntário. Além disso, ele parcelou uma grana equivalente a 2 mil salários mínimos, dados às famílias das vítimas.

«
Next
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Sobre o autor Rádio Moda Sertanejo

O melhor"da"Música Sertaneja!

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

Shows Sertanejos

Clássicos Sertanejos

Resenhas Sertanejas

Cat-5

Cat-6