Cat-1

Cat-2

Cat-3

Cat-4

» » » Como dançar o Sertanejo Universitário?

"Sertanejo Universitário"



        

De origem Goiana em meados dos anos 2000, duplas iniciaram sua carreira tocando em bares para universitários na capital Goiânia. Por surgir após o segundo movimento sertanejo (o sertanejo romântico), esse estilo já não conta com letras tão regionais e situações vividas por caipiras (como o Sertanejo raiz). Geralmente as músicas tratam de assuntos do Sertanejo romântico da forma como os jovens veem (assuntos como poligamia e traição).

"Outra Versão"


        

Uma outra explicação para a origem desse movimento sertanejo é de cunho também social. A partir da década de 90, muitos jovens oriundos de regiões interioranas dos estados, ingressaram nas universidades, com isso trouxeram seus violões e romperam definitivamente com estigma do universitário que era associado a vários outros estilos. Com violas e violões, disseminaram nos campus e repúblicas a velha música sertaneja de raiz. Com o passar dos tempos foram associando ao violão ou mesmo a viola, instrumentos modernos como guitarras, baixos, bateria, metais e instrumentos de percussão. O resultado inicial disso foi uma nova roupagem das antigas e clássicas raízes sertanejas que com o avançar dos anos vem tomando grande espaço na mídia. Letras e músicas simples entraram na cabeça.

"Caracteristicas"


        
Em geral, o sertanejo universitário destaca-se pelas músicas empolgantes, de fácil memorização e bastante interação com o público. Quase sempre, as músicas são tocadas em versões “pseudo-acústicas” (já que na prática, a versão acústica não é levada ao pé da letra) e quase sempre os CDs são shows ao vivo, com uma participação relevante do público.
Uma explícita característica desse estilo são os solos feitos nos violões que originalmente eram feitos em guitarras. Isso só reforça a associação dos velhos instrumentos aos modernos. O sertanejo universitário encontrou nos jovens, a busca do seu crescimento, trazendo um enfoque em músicas que falam de amor e baladas. Hoje, novos cantores vão surgindo ou outros adotam o estilo e a cada dia o gênero vai se popularizando mais.

Exemplos são:
Michel Teló com o hit que virou febre internacional, Ai Se Eu Te Pego
Gusttavo Lima com Balada Boa
João Lucas & Marcelo com seu Eu quero tchu, Eu quero tcha, João Neto & Frederico com Lê Lê Lê, entre outras.

«
Next
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Sobre o autor Rádio Moda Sertanejo

O melhor"da"Música Sertaneja!

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

Shows Sertanejos

Clássicos Sertanejos

Resenhas Sertanejas

Cat-5

Cat-6